Pixi.

Pixi is a creative multi-concept WordPress theme will help business owners create awesome websites.

Address: 121 King St, Dameitta, Egypt
Phone: +25-506-345-72
Email: [email protected]

Business Model Canvas para seu e-commerce

  • Por Josele Delazeri
  • 21 de setembro de 2021
  • 0 Comentários
  • 22 Visualizações

Business Model Canvas para seu e-commerce

 

 

Business Model Canvas para seu e-commerce

Primeiramente, o Business Model Canvas foi proposto por Alexander Osterwalder com base em seu livro: Business Model Ontology. 

Em síntese, ele descreve nove segmentos que formam os blocos de construção para o modelo de negócios em uma bela tela de uma página. 

Desenvolva suas ideias

Então, publique suas ideias em uma tela de modelo de negócios ou em uma tela de jornada de atendimento ao cliente.

Enfim, mova notas, ajuste ideias e crie variações.

O que é a tela do modelo de negócios?

via GIPHY

Conforme, o Business Model Canvas (BMC) oferece a estrutura de um plano de negócios.

Porém, sem a sobrecarga e a improvisação de um esboço do “verso do guardanapo”.

Assim sendo, o Canvas possui nove elementos:

Juntos, esses elementos fornecem uma visão bastante coerente dos principais motivadores de uma empresa.

Segmentos de clientes

Segmentos de clientes: quem são os clientes? O que eles acham? Veem? Sentem? Fazem?

Propostas de valor: o que é atraente sobre a proposição? Por que os clientes compram e usam?

Canais: como essas propostas são promovidas, vendidas e entregues? Por que? Está funcionando?

Relacionamento com o cliente

Relacionamento com o cliente: como você interage com o cliente durante sua “jornada”?

Fluxos de receita: como a empresa obtém receita com as propostas de valor?

Atividades principais: Quais são as coisas estrategicamente exclusivas que a empresa faz para entregar sua proposta?

Recursos-chave: Quais ativos estratégicos exclusivos a empresa deve ter para competir?

Parcerias-chave: O que a empresa não pode fazer para se concentrar em suas atividades-chave?

Estrutura de custos: Quais são os principais direcionadores de custos do negócio? Como eles estão vinculados à receita?

Um exemplo de tela de modelo de negócios de e-commerce

Portanto, vamos desenvolver brevemente os principais pontos de uma tela de modelo de negócios para uma hipotética empresa de e-commerce que vende produtos de moda.

Principais atividades: A marca precisa se posicionar digitalmente como uma das fabricantes líderes em seu setor.

Logo, para cumprir essa proposta, precisa melhorar seu posicionamento no Google,   desenvolver a sua loja virtual, diversificar sua presença em diversos marketplaces online.

Bem como, aumentar seu catálogo em um bom ritmo para se manter competitiva e melhorar a satisfação do cliente. 

Recursos principais: para aplicar essa estratégia de comércio eletrônico, a marca precisa investir no software de gerenciamento certo, integrado a sua loja virtual.

Parcerias-chave: por certo, o fabricante terá que analisar quais parceiros de distribuição e varejo são os mais interessantes para seus produtos atingirem o máximo alcance geográfico e o maior número de clientes. 

Proposta de valor

via GIPHY

Proposta de valor: Para brilhar em seu modelo de negócios, esta marca de moda deve oferecer produtos de qualidade e uma imagem de marca sólida e confiável.

Deste modo, ela precisará construir sua estratégia pública (design de todos os recursos online, incluindo um site e redes sociais).

Além disso, garantir que a experiência do usuário seja uniforme desde uma postagem inicial ou na loja online até a compra final.

Segmentos de clientes: nesse sentido, digamos que o fabricante tenha decidido que seu mercado de interesse é o mercado nacional. 

Naturalmente, a marca pode direcionar seus objetivos para clientes do gênero, idade e região que, em média, têm mais interesse em produtos de moda.

Relacionamento com o cliente: Acima de tudo, este fabricante vende diretamente ao consumidor final, e pode  também vender por atacado no seu e-commerce. 

Canais

Canais: Portanto, por estar focada em uma estratégia de comércio eletrônico, a marca certamente decidirá que precisa de sua própria loja online.

Também pode precisar de mercados como a Amazon e até mesmo compras nativas por meio de plataformas de mídia social como Instagram e Facebook.

Por isso, para os canais de promoção, a marca estudará quais são os mais utilizados por seus segmentos de clientes.

Estrutura de custos: De fato, a empresa analisa os custos decorrentes da implantação de uma estrutura técnica alinhada ao desenvolvimento de uma estratégia de comércio eletrônico omnichannel.

Também analisa se precisará contratar novos funcionários especializados.

Ou se é mais lucrativo treinar sua equipe atual em novas ferramentas.

Afinal, com o comércio eletrônico, é importante estudar os custos de manutenção e os custos associados à geração de estoque suficiente para abastecer o mercado.

Fluxos de receita: Em primeiro lugar, a marca espera obter lucros com todos os canais de vendas online.

Mas, pode prever quais serão mais lucrativos e, portanto, onde deve concentrar a maior parte de seus esforços. 

Se houver mais tráfego nos mercados do que nas redes sociais sobre produtos de moda, as chances são de que o maior fluxo de receita da marca venha do bom posicionamento de seus produtos com o Google.

Em vez de postar no Instagram.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *