Pixi.

Pixi is a creative multi-concept WordPress theme will help business owners create awesome websites.

Address: 121 King St, Dameitta, Egypt
Phone: +25-506-345-72
Email: [email protected]

Loja virtual um “ponto de venda” global

  • Por patriciadalmolin
  • 3 de junho de 2022
  • 0 Comentários
  • 88 Visualizações

Primeiramente, para você que tem loja física ou marca própria, o e-commerce pode ser visto com um “ponto de venda” global. Afinal, a internet é a avenida mais movimentada do mundo, repleta de oportunidades, mas, também um ambiente muito competitivo.

Quando falamos na venda pela internet, é fundamental escolher uma plataforma de e-commerce, que é a tecnologia para você vender na internet, integrando meios de pagamento e logística. Você também precisa registrar seu domínio, ou seja, o seu endereço na web.

E por que investir em uma loja on-line?

Para vender mais, certamente você empreendedor quer aumentar seu faturamento, certo? Ou melhor, seu lucro. Outro ponto a considerar, é que “o nosso chefe” é o cliente, ele que orienta o caminho que devemos seguir, por isso, precisamos estar onde nosso cliente está. E, posso garantir, que ele está on-line. 

Segundo a Neotrust, o e-commerce brasileiro registrou faturamento de R$ 161 bilhões em 2021. Mas, calma, a sua loja física continua sendo importante. Vivenciamos a realidade de um cliente omnichannel, que circula livre, e simultaneamente nos ambientes on-line, e offline.

Logo, para manter-se no jogo é necessário oferecer uma ótima experiência para o seu cliente nos dois ambientes. A parte mais empolgante é que iniciar uma loja on-line oferece um lugar profissional (web) para chamar de lar. Agora, com foco nas suas vendas on-line, vamos para a pergunta de milhões.

Como fazer a primeira venda?

A primeira venda, é tão simbólica quanto necessária. Mas, fechar o negócio em sua primeira venda leva tempo e foco. Com centenas de canais e formas de promover o seu negócio, pode ser difícil encontrar aqueles que fazem mais sentido para a sua empresa, e produzem resultados que valem a pena.

Bora para a prática?

1) Envie amostras grátis para influenciadores: A internet está repleta de blogueiros, jornalistas, empreendedores e vloggers influentes de uma ampla variedade de setores e nichos. Você só precisa encontrar os corretos.

2) Fontes de tráfego gratuitas: As primeiras fontes de tráfego a serem exploradas são as gratuitas. Isso normalmente envolve compartilhar sua loja com sua rede, e comunidades on-line relevantes. Comunique aos clientes da loja física, que agora eles têm mais um canal para comprar de você.

3) Adicione a URL da sua loja aos seus perfis on-line: Cada ação que você realiza on-line tem o potencial de direcionar o tráfego de volta para sua loja. Adicione o URL da sua loja aos seus perfis on-line pessoais, como sua bio do Instagram ou seu perfil do Facebook.

4) Vender no Instagram: Com um bilhão de usuários, o Instagram não é um lugar ruim para começar quando você deseja garantir algumas primeiras vendas rápidas. O Instagram é um canal primordial para construir um público, e obter atenção para seus produtos. Mas, há algumas coisas que você precisa fazer para que o Instagram funcione para sua loja.

  • Primeiro, preencha seu perfil completamente;
  • Em segundo lugar, determine as melhores hashtags para o seu público; 
  • Por fim, publique regularmente com imagens atraentes que apresentem seus produtos. O Instagram é uma plataforma visual, portanto, certifique-se de que os recursos visuais que você está usando sejam bons.

5) Crie uma lista de assinantes de e-mail: O e-mail marketing é uma tática comprovada para aquisição e retenção de clientes. Isso significa que pode ser uma parte essencial da sua estratégia de marketing de comércio eletrônico.

 

Artigo produzido por Josele Delazeri

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.